GitHub: O que é e como usá-lo para destacar o currículo profissional?

Equipe Trio Carreiras

5 min read

Já pensou em como seria bom ter algum tipo de rede social voltada para um relacionamento entre desenvolvedores de todo o mundo? Ela existe e é chamada de GitHub.

Essa plataforma é palco para muitas trocas entre profissionais de TI, que vão desde tirar dúvidas com relação à programação, até a divulgação de trabalhos e parcerias comerciais.

Mas que “rede social” é essa? O que ela é? Como funciona e para o que serve exatamente? Além dessas, podem existir outras dúvidas!

Por isso, preparamos este conteúdo completo sobre o GitHub e como usá-lo para destacar o seu currículo de programador. Ao longo dele, você poderá tirar todas elas.

Continue lendo para conferir!

<<< Confira as vagas remotas para desenvolvedores da Trio! >>>

O que é o GitHub?

Antes de tudo, é super importante entender o que significa o nome da plataforma.

Git é um sistema de controle de versão, que tem como objetivo ajudar no gerenciamento de alterações em códigos-fonte. Enquanto isso, o GitHub é uma versão on-line dele.

Através dele, os times conseguem trabalhar de forma mais ágil, flexível, segura e inteligente, pois todas as versões - original e adaptadas - são mantidas e armazenadas em um acesso facilitado.

Outra informação importante é que o Git foi criado por Linus Torvalds, o criador do kernel do Linux, em 2005. Seu objetivo foi fazer a hospedagem do código-fonte do Linux, já que a BitKeeper, empresa que hospedava o sistema, passaria a cobrar pelos serviços.

Por isso, com o slogan “Social Code Host”, ou em tradução livre, hospedeiro social de códigos, em 2008 surgiu o GitHub para construir um relacionamento mais estreito entre os desenvolvedores de todo o mundo.

E muito além disso, também para ter a possibilidade de criar repositórios e hospedar projetos, seguir desenvolvedores que sejam do seu interesse, criar contatos comerciais, interagir com códigos desenvolvidos por outras pessoas, trabalhar coletivamente e ainda utilizar o espaço como um portfólio.

Agora que você já sabe o que é, é o momento de saber como funciona o GitHub. Vamos lá?

Leia também: LinkedIn de Programador - 11 dicas para otimizar o seu perfil e ser encontrado por recrutadores

Como funciona o GitHub?

Para utilizar o GitHub, o primeiro passo é instalar o Git - faça aqui o download para Windows e macOS. É bem fácil fazer a instalação, já que é como um instalador padrão. Depois disso, você deve criar a sua conta no GitHub, que vai pedir nome de usuário, e-mail e senha. 

Pronto! Agora você já pode navegar pela plataforma, conhecer o espaço e dar o start nos projetos publicados. A partir disso, você pode criar um repositório Github, anexar os arquivos do projeto e programar na prática.

Para utilizar o GitHub, você pode escolher o melhor plano para a sua necessidade, já que ele conta com três planos principais: "Free", "Team" e "Enterprise". A versão "Free" é a gratuita e disponibiliza repositórios públicos e privados ilimitados, 2 mil minutos por mês de automação e 500 MB de espaço para armazenamento.

E depois de ter a conta criada e um entendimento prévio sobre a plataforma, vamos entender mais a fundo para que serve o GitHub? Continue lendo!

Para que serve o GitHub?

A sua principal função é facilitar o controle de versões de uma aplicação ou de um software, tudo concentrado na nuvem, pois o Git, de onde foi derivado o GitHub, é um projeto open source de criação de repositórios locais instalado na máquina de cada usuário.

Além disso, a diferença entre o Git está na possibilidade de interações. Mesmo com um modo de funcionamento semelhante, o GitHub é se comporta como uma rede social, o que torna o espaço um ponto de encontro on-line entre programadores do mundo todo!

Mas as funcionalidades do GitHub vão bem além disso!

Uma delas a possibilidade do projeto sofrer atualizações, correções e outros ajustes para chegar até a melhor versão da programação mesmo depois de lançado.

Mais uma funcionalidade super relevante da plataforma é o forking, que possibilita copiar um projeto que já existe e usar o código como referência para criação de um projeto totalmente novo e personalizado.

Outro ponto importante é que a plataforma é o maior repositório de softwares de código aberto da internet. Além disso, tem a Microsoft como um dos maiores colaboradores quando falamos em open source.

Depois de ter entendido para que serve o GitHub, chegou um momento bem esperado: aprender os passos iniciais para enviar um projeto.

Leia também: Conheça as 8 linguagens de programação mais procuradas nos EUA

Como enviar um projeto para o GitHub?

O processo para enviar um projeto para o GitHub não é complexo! O primeiro passo é criar um repositório, ou seja, o espaço em que os arquivos do seu projeto serão armazenados. Aliás, esse repositório pode ficar tanto no seu computador quanto em um depósito do próprio GitHub.

Entretanto, é importante pontuar que para gerenciar tudo de maneira remota e com total segurança, o próprio GitHub requer a configuração de uma chave, chamada Secure Shell Protocol (SSH). 

Para entender sobre os detalhes mais técnicos desta conexão, leia também: Conecte-se ao GitHub com o SSH.

Agora, vamos ao passo a passo simplificado de como criar esse repositório! Você vai clicar primeiro em Create a repository (criar um repositório), começando o novo projeto.

Agora, vamos ao passo a passo simplificado de como criar esse repositório! Você vai clicar primeiro em Create a repository (criar um repositório), começando o novo projeto. 

primeiros passos no github

Em seguida, você vai criar um nome para o seu repositório, conferir se está público (public), marcar a caixinha Add a README file (adicionar um arquivo LEIA-ME) e, por fim, clicar em criar repositório.

criando o repositório no github

Aliás, o README merece uma atenção especial, pois ele é um resumo do seu projeto. Ou seja, é a primeira impressão que o seu trabalho passará para o recrutador, por exemplo.

Dessa forma, construa um bom resumo, com objetivo, onde e como usar, funcionalidades e dependências para funcionar.

Como utilizar o GitHub como seu portfólio profissional?

Você já sabe o tamanho da importância que um bom portfólio tem para a sua carreira profissional. Mas como usar o GitHub para esse objetivo? 

A primeira forma de usar a plataforma como portfólio é participando e contribuindo com projetos, sendo visto por recrutadores e pela comunidade também.

Até porque, como comentamos ao longo do texto, o GitHub também é utilizado para gerar contatos comerciais.

Enquanto isso, a segunda forma de transformar a plataforma em seu portfólio de programação é subindo projetos que você realizou, disponibilizando-os de maneira pública e criando um README de qualidade, como citado no tópico anterior.

Leia também: 11 sites para encontrar vagas e trabalhar online para empresas estrangeiras

Como os recrutadores avaliam os portfólios profissionais no GitHub?

Diante de um universo gigante em que encontramos todos os tipos de programadores, fica a questão no ar: como os recrutadores fazem a avaliação dos portfólios encontrados no GitHub?

Bem, além de procurar por perfis que atendam às suas necessidades, principalmente nos tipos de linguagens de programação, eles analisam os projetos que estão disponibilizados na plataforma.

Outra forma de avaliação é através de testes, realizados em um repositório. É bem comum que o recrutador crie esse repositório, peça ao candidato para fazer um fork e em seguida dê um commit com alguma modificação.

Nunca se sabe quando um recrutador vai olhar para o seu perfil e pensar “é exatamente essa pessoa que estou procurando”.

Por isso, mantenha seu GitHub atualizado e com todos os detalhes possíveis.

Como apresentar o GitHub no LinkedIn?

Como sabemos, o LinkedIn é uma rede social profissional, em que você cria conexões com várias pessoas do mercado e pode divulgar o seu trabalho, mas é preciso construir um perfil otimizado.

 

Leia também: LinkedIn de Programador: 11 dicas para otimizar o seu perfil e ser encontrado por recrutadores

 

Existem dois espaços no LinkedIn que são perfeitos para você inserir o link do seu perfil do GitHub. O primeiro é a parte resumo, onde você pode escrever como o exemplo abaixo:

> Conheça meus projetos no meu perfil no Github github.com/[NOME_USUARIO]

 

Outra forma de exibir o seu perfil lá é nas informações de contato. Você deve clicar em adicionar site, inserir a URL e mudar o tipo para portfólio.

Depois de um conteúdo tão rico e cheio de dicas, não tem como não se apaixonar pelo GitHub e já querer usar, não é mesmo? Por isso, coloque em prática agora e dê mais um passo para a sua carreira de desenvolvedor decolar.

 

Gostou do conteúdo de hoje? Para acompanhar outros como este, fique atento às nossas redes sociais e blog, que estão recheados de informações extremamente relevantes para a sua carreira como desenvolvedor.

 

Perguntas frequentes

O que é o GitHub?

Git é um sistema de controle de versão, que tem como objetivo ajudar no gerenciamento de alterações em códigos-fonte. Enquanto isso, o GitHub é uma versão on-line dele.

Através dele, os times conseguem trabalhar de forma mais ágil, flexível, segura e inteligente, pois todas as versões - original e adaptadas - são mantidas e armazenadas em um acesso facilitado.

Como funciona o GitHub?

Para utilizar o GitHub, o primeiro passo é instalar o Git - faça aqui o download para Windows e macOS. É bem fácil fazer a instalação, já que é como um instalador padrão. Depois disso, você deve criar a sua conta no GitHub, que vai pedir nome de usuário, e-mail e senha. 

Para que serve o GitHub?

A sua principal função é facilitar o controle de versões de uma aplicação ou de um software, tudo concentrado na nuvem, pois o Git, de onde foi derivado o GitHub, é um projeto open source de criação de repositórios locais instalado na máquina de cada usuário.

Como utilizar o GitHub como seu portfólio profissional?

A primeira forma de usar a plataforma como portfólio é participando e contribuindo com projetos, sendo visto por recrutadores e pela comunidade também. Até porque, como comentamos ao longo do texto, o GitHub também é utilizado para gerar contatos comerciais.

Como os recrutadores avaliam os portfólios profissionais no GitHub?

Além de procurar por perfis que atendam às suas necessidades, principalmente nos tipos de linguagens de programação, eles analisam os projetos que estão disponibilizados na plataforma.

Como apresentar o GitHub no LinkedIn?

Existem dois espaços no LinkedIn que são perfeitos para você inserir o link do seu perfil do GitHub. O primeiro é a parte resumo, onde você pode escrever como o exemplo abaixo:

> Conheça meus projetos no meu perfil no Github github.com/[NOME_USUARIO]

Outra forma de exibir o seu perfil lá é nas informações de contato. Você deve clicar em adicionar site, inserir a URL e mudar o tipo para portfólio.